Campanha da poliomielite e atualização da Covid começam nesta semana em Reserva

 

Publicado em: 27/05/2024 10:47 | Fonte/Agência: AssCom Prefeitura de Reserva e AEN-PR

Whatsapp

 

Campanha da poliomielite  e atualização da  Covid começam nesta semana em Reserva

Foto: Venilton Kuchler/AEN

A Secretaria Municipal de Saúde divulgou nesta segunda-feira (27) detalhes das vacinações contra a pólio, em crianças de dois meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias e a Covid, quase o mesmo público-alvo, sendo seis meses ao completar 5 anos, seguindo determinações do Ministério da Saúde e da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa). O cartão SUS ou CPF e a carteirinha serão pedidos. No interior segue a orientação do enfermeiro local.

 

A tradicional vacinação da gotinha da poliomelite está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), começando nesta segunda-feira e terminando em 14 de junho. O ‘Dia D’ está programado para 8 de junho, o primeiro sábado do mês, das 8h às 16h, nas mesmas seis unidades. A meta é atingir 95% de cobertura da vacina durante o ano.

 

Os menores de um ano deverão ser vacinadas conforme a situação vacinal atual para o esquema primário aos dois, quatro e seis meses de idade (três doses da Vacina Inativada Poliomielite — VIP). A poliomielite também conhecida como pólio ou paralisia infantil, é uma doença grave caracterizada por um quadro de paralisia flácida causada pelo poliovírus selvagem (PVS) tipo 1, 2 ou 3, que, em geral acomete os membros inferiores, de forma assimétrica e irreversível. No Paraná, o último registro da doença foi em 1986, em São José dos Pinhais. Já no Brasil, o último caso foi registrado em 1989, na Paraíba. A poliomielite está erradicada no Brasil há 30 anos.

 

Mudando de assunto…

 

Voltando à vacinação infantil também da Covid, os pais ou responsáveis podem procurar a UBS mais próxima, na zona urbana, às quartas-feiras. A SpikeVax XBB, da fabricante Moderna, é amplamente utilizada em diversos países e tem a vantagem adicional de ser adaptada para a variante XBB.1.5, uma subvariante da Ômicron que apresenta alta resistência imunológica e se propaga rapidamente. O Governo Federal introduziu no final de 2023 a imunização anual da Covid no calendário de rotina.

 

COVID: Confira como fica o esquema vacinal:

Crianças de 6 meses a 4 anos de idade (não vacinadas) - 2 doses - quatro semanas entre as doses

Crianças de 6 meses a 4 anos de idade (vacinação completa - três doses) - 1 dose - intervalo mínimo de três meses da dose mais recente

Crianças de 6 meses a 4 anos de idade (vacinação incompleta - a depender do número de doses já recebidas) - 1 ou 2 doses - a partir de quatro semanas entre as doses: completar o esquema com a vacina XBB.

 


Imagens